GracieMag News

Jiu-Jitsu: A chave de panturrilha que sacudiu o TUF 26 Finale nessa sexta-feira

O ajuste de Brett na chave que brilhou no octógono de Las Vegas. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Quase despercebido, abafado pelo grandioso UFC 218 que rola neste sábado, em Detroit, o TUF 26 Finale apresentou grandes lutas em Las Vegas na noite dessa sexta-feira, e foi um prato cheio para o fã de Jiu-Jitsu.

Primeiro, vale ressaltar que o card preliminar foi apimentado por três finalizações em cinco lutas, todas no armlock. Mas a cereja do bolo ficou para a primeira luta do card principal.

Brett Johns, atleta peso-galo, encarou o ex-desafiante ao cinturão Joe Soto, e uma rápida transição levou à finalização mais bonita da noite: ao defender um ataque de Soto no single-leg, Brett aproveitou o giro para laçar a canela adversária e finalizar numa brutal chave de panturrilha.

Confira no vídeo abaixo a transição e a finalização que sacudiu o TUF 26 Finale!

Jiu-Jitsu: O adeus ao grande mestre Candoca

Grande mestre Candoca orgulhoso com sua faixa-vermelha. Foto: Reprodução

Texto: Willian von Sohsten*

Os tatames perdem mais uma grande referência. Neste último dia 30 de novembro o grande mestre Candido Casalle, mais conhecido como mestre Candoca, faleceu de causas naturais aos 95 anos de idade, fruto de uma vida regrada e dedicada ao Jiu-Jitsu.

Filho dos imigrantes italianos Tomas Casalle e Concheta Amaruca, Candoca nasceu em Santa Eudóxia e teve 23 irmãos. Trabalhou como peão, domador de animais e carroceiro, constituiu família e teve três filhos.

Aluno de George Gracie, o Gato Ruivo, o grande mestre Candoca foi um dos pioneiros a difundir a arte suave no interior do Estado de São Paulo.

Começou a treinar com George Gracie e João Gonçalves “Peixinho”, em Rio Claro, em 1942. Por volta de 1957, George mudou-se para São Carlos, onde fundou a academia que mais tarde ficaria sob o comando de outro aluno seu, Romeo Bertho. grande mestre Candoca foi um dos que ajudaram na mudança para São Carlos, pois na época era caminhoneiro e mecânico. Dois anos depois George resolveu expandir seu trabalho para Araraquara e após plantar os frutos do Jiu-Jitsu por lá deixou que o grande mestre Candoca ficasse como responsável pela academia local.

Candoca recebeu da Federação Paulista, aos 92 anos de idade, a maior honraria do Jiu-Jitsu a faixa vermelha de 9º grau e o título de grande mestre da arte suave, além de receber o título de cidadão araraquarense, cidade que o acolheu com tanto carinho.

Hoje os tatames celestes ganham mais um lutador de respeito e os discípulos que aqui ficaram satisfazem-se com a saudade e orgulho pelo grande mestre Candoca, que tanto fez pelo Jiu-Jitsu do interior.

*Willian von Sohsten é advogado, jornalista e faixa preta de 1° grau da equipe Cícero Costha

Vídeo: O estrangulamento relâmpago de Jackson Sousa no Paris Open de Jiu-Jitsu

Jackson no ataque pelas costas que valeu o título. Foto: Reproodução

Em ação no Paris Open de Jiu-Jitsu, realizado no último final de semana, a fera Jackson Souza, da Checkmat, brilhou ao faturar o ouro tanto no peso pesado quanto no absoluto.

Para abrir sua campanha vitoriosa com dois títulos na competição, Jackson encarou Samuel Monin (Gracie Barra) na final do peso, e não deu chances para o adversário na disputa.

Com um ataque certeiro pelas costas, com um estrangulamento justo, Jackson garantiu o ouro com pouco menos de um minuto de luta.

Veja o lance no vídeo abaixo e estude a movimentação para melhorar seus ataques no Jiu-Jitsu!

Mestres Leão Teixeira e Marcio Stambowsky são diplomados por Robson Gracie

Marcio Stambowsky, Reyson Gracie, Leão Teixeira e Robson Gracie na entrega dos diplomas. Foto: Reprodução

Dia de festa para os alunos da nossa GMI Escola de de Jiu-Jitsu Leão Teixeira, na Gávea, no último final de semana. Após a cerimônia de graduação e medalhas, juntamente da apresentação tradicional para pais e amigos, os pupilos da academia puderam presenciar uma cerimônia ilustre.

Grande mestre Robson Gracie, presidente da FJJ-Rio, apareceu no evento para diplomar os mestres Leão Teixeira e Marcio “Macarrão” Stambowsky, da nossa GMI Gracie Sports/Macarra BJJ, em Connecticut, EUA. Mestre Teixeira recebeu o diploma referente ao seu sexto grau, representado pela faixa-coral de Jiu-Jitsu, enquanto Marcio obteve o diploma de oitavo grau, que refere à faixa vermelha e branca.

Após a entrega do diploma, os mestres posaram para fotos com o Robson e também com o grande mestre Reyson Gracie, presente na cerimônia de entrega dos diplomas. Confira no vídeo abaixo.

GMI Mauro Ayres organiza seminário com Carlson Gracie Jr. amanhã, em Ipanema

Carlson Gracie Jr. e Mauro Ayres no QG da Mauro Ayres BJJ. Foto: Divulgação

Para deixar ainda mais grandiosa a graduação de seus alunos, nosso GMI Mauro Ayres, da Mauro Ayres BJJ, organizou um seminário de peso.

Líder da Carlson Gracie Team, o professor faixa-preta sexto grau Carlson Gracie Jr. estará passando todos os macetes da tradicional escola, aprendidos direto da fonte com o saudoso pai, o grande mestre Carlson Gracie.

O seminário rola nesta sexta-feira, dia 1° de dezembro, as 19h, na sede da equipe, em Ipanema. Para maiores informações, entre em contato nos telefone (21) 3594-2991 / 99148-7817 ou na recepção da academia, na rua Visconde de Pirajá, 318, Sobreloja 205 A. Não perca esta oportunidade!

Mauro Ayres BJJ
Rua Visconde de Pirajá, 318,
Sobreloja 205 A, Ipanema
# (21) 3594-2991 / 99991-0391
bjjmauroayres@gmail.com
www.mauroayresbjj.com

Confirmado: Ronaldo Jacaré volta aos cages com revanche na luta principal do UFC

Banner oficial do UFC que anuncia o duelo principal de Charlotte. Foto: Reprodução

Longe do octógono desde abril deste ano, em pausa para cuidar de lesões e afiar seu wrestling nos EUA, o bicampeão mundial absoluto Ronaldo Jacaré teve a confirmação de seu retorno ao octógono, com data e adversário definidos.

Mesmo com forte campanha para atuar no UFC Belém, em fevereiro, Jacaré terá sua volta no dia 27 de janeiro, no UFC em Charlotte, nos EUA, contra Derek Brunson.

O combate, que será a luta principal da noite, remonta o duelo entre as feras que rolou no finado Strikeforce, em agosto de 2012, no qual Jacaré venceu o americano com um nocaute no primeiro assalto.

Jacaré (24v, 5d, 1nc) vinha com ótimo retrospecto desde sua estreia no Ultimate, em maio de 2013. Depois de superar cinco adversários, Jacaré tropeçou em Yoel Romero, em controversa decisão dividida. Depois, venceu Vitor Belfort e Tim Boetsch, para em seguida, na sua luta mais recente, ser superado pelo jovem Robert Whittaker, hoje campeão interino da divisão.

Já Brunson (18v, 5d) tem também grandes nomes na lista de vitórias no UFC, como Sam Alvey, Uriah Hall, Roan Jucão e, em seu duelo mais recente, o sucesso sobre o ex-campeão Lyoto Machida no UFC São Paulo deste ano.

E para você, amigo leitor, Jacaré terá o que é preciso para superar Brunson na revanche do UFC Charlotte? Comente conosco!

Filho de Royce, Khonry Gracie é contratado pelo Bellator e estreia em janeiro

Royce e Khonry Gracie no Bellator: antes convidado, agora atleta. Foto: Reprodução

Após seu debute com vitória no MMA amador, a fera Khonry Gracie, filho do lendário Royce Gracie, já subiu mais um degrau na promissora carreira de luvinhas. Com a vitória no Attitude MMA Fight 10, no último mês de outubro, Khonry foi contratado para lutar no Bellator, evento americano concorrente do UFC.

Royce, que é embaixador da organização, verá o filho pisar pela primeira vez no cage do Bellator, para atuar já como profissional, no dia 20 de janeiro de 2018, na Califórnia, no Bellator 192. A organização ainda não definiu quem será o adversário da estreia do Gracie, que será entre os meio-médios.

Khonry chega embalado para lutar como profissional após vencer sua mais recente batalha na decisão dos jurados, ao convencer os mesmos com habilidade no Jiu-Jitsu e boas investidas na trocação. Agora, basta esperar o debute do jovem, de apenas 20 anos, que carrega no sangue o legado da família mais casca-grossa do mundo.

E para você, amigo leitor, Khonry terá as armas necessárias para estrear com sucesso e deixar orgulhoso o paizão Royce Gracie? Comente conosco!

Nandão Fernandes fatura título do Ryan’s Way Challenge; veja os resultados do 12° Inter Gracie

Fernando “Nandão” no topo do pódio do Inter Gracie, com o título do Ryan’s Way Challenge. Foto: Divulgação

Maior torneio interno nacional, o Inter Gracie chegou à sua 12ª edição no último sábado, dia 18, no Ginásio do São Paulo Futebol Clube, no Morumbi.

O evento reuniu mais de mil inscritos de 72 filiais da Ryan Gracie Team, arrecadou cinco toneladas de alimentos para doação e contou com a presença de Markus Maluko, que mesmo com luta marcada para o UFC Night Fight, fez questão de prestigiar os combates.

Os mais de 5 mil espectadores presenciaram grandes lutas de Jiu-Jitsu, inclusive no esperado Ryan’s Way Challenge, no qual Fernando Fernandes, o Nandão, foi campeão pelo segundo ano consecutivo.

Nandão teve três lutas duríssimas: a primeira foi contra Thiago Miranda, e ele venceu por 2 a 0 nos pontos. A segunda foi contra Fabio Medeiros, e Nandão finalizou na mão de vaca. Já na final, ele encarou Joabe Ciccone, e garantiu o título ao finalizar no estrangulamento do cem quilos.

“Vencer o Ryan’s Way Challenge em 2016 foi magnífico”, disse Fernando. “Poder vir em 2017, defender o título e me consagrar bi-campeão é incrível. Para mim, foi um ato heroico poder levar esse troféu mais uma vez para a mãos dos meus filhos e esposa.”

O Centro de Lutas Butantã levou o pódio de melhor academia do Inter Gracie 2017 pelo terceiro ano consecutivo, enquanto o segundo lugar foi para a Ryan Gracie ABC e o terceiro para a Ryan Gracie Morumbi.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

O que esperar de Aldo x Holloway 2 pelo cinturão peso-pena no UFC 218?

Agora como desafiante, Aldo volta a encarar Holloway, desta vez em Detriot. Foto: Divulgação

José Aldo Junior e Max Holloway voltam a ficar frente a frente no próximo sábado, dia 2 de dezembro, pelo cinturão peso-pena do UFC, só que desta vez em posições diferentes.

No último encontro, no UFC Rio de 2017, Aldo era o campeão e recebia o desafiante Holloway em casa. Na ocasíão, o brasileiro acabou superado, mas a motivação para recuperar a cinta é ainda maior.

Agora como desafiante, Aldo promete chegar com tudo para reconquistar o seu título. Holloway, por sua vez, vê um mundo de oportunidades pela frente. Antes designado para enfrentar Frankie Edgar na defesa do título, Holloway se viu novamete em rota de colisão com Aldo como substituto, mas já revelou a intenção de encarar outros grandes nomes da divisão.

Os planos de enfrentar o brasileiro mais uma vez eram longínquos, mas a revanche se tornou imediata e o campeão não a recusou. A definição de quem será o dono do título até 66kg rola neste sábado, dia 2 de dezembro, ao vivo no Combate. E o que esperar de um duelo tão aguardado você confere no vídeo abaixo!

Vinicius Magoo vibra com 10° título seguido do Sul-Americano de Jiu-Jitsu

Vinicius Magoo vibrou muito com o ouro de número 10 no SUl-Americano da IBJJF. Foto: Reprodução

Além das emoções da faixa-preta adulto no Sul-Americano de Jiu-Jitsu da IBJJF, outra grande marca foi alcançada no último final de semana. O professor Vinicius “Magoo” Canevari, da academia GMI Magoo Jiu-Jitsu, em Londrina, chegou à marca de dez títulos no torneio.

Desde 2007 mordendo o ouro da competição, o professor explicou a razão da assiduidade no torneio e as motivações para estar sempre no topo do pódio.

“A verdade é que, pelo trabalho e faculdade, eu podia competir apenas o Sul-Americano, então tinha que ganhar”, brincou Magoo. “Fiquei com o ouro de 2007 até 2010, ano no qual eu lesionei o joelho na final do absoluto. Em 2011 não houve campeão, por não ter atletas inscritos na minha categoria, depois faturei o título de 2012 até este ano de 2017.

“Eu sinceramente achei que o 10° seria demorado, porque estava sentindo um pouco o peso. Todos os meus alunos já estavam dando como certo o ouro, e eu não, mas tudo funcionou no final e a última luta acabou sendo a mais fácil, finalizei em cerca de um minuto.”

Confira no vídeo abaixo a final que valeu o 10° finalizada numa brutal mão de vaca e não deixe de visitar o campeão Vinicius Magoo na Magoo Jiu-Jitsu!

Magoo Jiu-Jitsu
Academia Brasil Wellness
Av. Maringá, 177, Londrina
# (43) 3029-2050 / 8407-3738
viniciuscanevari@pop.com.br
www.facebook.com/magoobjj

Marcus Buchecha assina com o ACBJJ e vibra com evolução do Jiu-Jitsu profissional

Buchecha deixa a assinatura que carimba seu ingresso no ACBJJ. Foto: Reprodução

Decacampeão mundial de Jiu-Jitsu, Marcus Buchecha já está traçando seus planos para a próxima temporada. Além de garantir presença no Mundial da IBJJF, onde irá buscar seu sexto título no peso e o sexto no absoluto, o faixa-preta da Checkmat assinou contrato com o ACBJJ (Absolute Championship Berkut Jiu-Jitsu). Com isso, Buchecha, que ainda não tem data para fazer a sua estreia no torneio, se junta a outros grandes nomes como Felipe Preguiça, Erberth Santos e Mahamed Aly no cast de atletas do evento russo.

“O ACBJJ é um evento que está profissionalizando ainda mais o nosso esporte. Os eventos estão cada vez melhores, mais profissionais e, um evento desse porte, crescendo tanto, eu não poderia ficar de fora. Os maiores nomes do Jiu-Jitsu já tinham assinado com o evento. Tenho certeza que será muito bom para o esporte o crescimento deste evento, e nós temos que apoiar”, elogiou.

Este ano, Marcus Buchecha conquistou mais um Mundial de Jiu-Jitsu, se sagrou bicampeão do ADCC e também faturou o bicampeonato do IBJJF Pro League, que pagou 40 mil dólares ao campeão do torneio. Para 2018, a expectativa é repetir o bom desempenho. Po isso, o faixa-preta não vê a hora de fazer o seu debute na organização russa.

“Estou bem ansioso para participar do evento. O formato separado por categoria é bem similar ao do UFC, e isso é bem interessante. Isso traz um olhar diferente para a competição, pois sai do formato tradicional. Pretendo lutar várias vezes no evento em 2018, então tenho que me preparar bastante porque terei uma agenda cheia no ano que vem”, encerrou o casca-grossa.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Aprenda a manter a sua guarda

Ao contrário do que muita gente pensa, retenção do adversário na guarda não é um luxo restrito aos mais flexíveis e habilidosos. As técnicas de reposição, quando dominadas, são mais importantes do que qualquer talento.

A semana 2 do programa Renzo Gracie Online Academy está organizada da seguinte forma:

  • Onze técnicas de defesa de guarda com Renzo e Gregor Gracie
  • Osoto gari: A anatomia de uma das quedas mais famosas
  • Qualidade de vida: como pesar o dinheiro necessário para se manter no Jiu-Jitsu?
Aula 1 – Conceitos da guarda

Renzo Gracie explica como usar os seus pés para manter o adversário afastado, além da linha do seu joelho, e na mira do seu canhão.

Aula 2 – Deitado sem as pegadas

Se você perdeu as pegadas e está deitado, é importante sentar para ganhar mais alcance, antes de se recompor. Gregor Gracie ensina.

Aula 3 – Deitado sem as pegadas (mas com as pernas dominadas)

Você está deitado e sem pegadas, e precisa sentar. Porém, ao sentar o adversário domina as suas pernas. Gregor Gracie ensina como acompanhar os movimentos inimigos antes de se recompor.

Aula 4 – Laço

Quando você tem uma manga e a gola do adversário dominados, ainda assim ele pode passar para um dos lados. Uma solução elegante para esta situação é o laço. Aprenda com Gregor como e quando usá-lo.

Aula 5 – Laço quebrando a pegada

A situação é semelhante a da aula 4, mas com um dificultador: o oponente mantém a pegada na barra da calça. Gregor ensina como quebrá-la.

Aula 6 – Sem as pegadas, com as pernas controladas

O problema aqui é que você está sem pegadas e o adversário já controla suas pernas, e começa a passar. Hora de dominar uma das mangas e usar o ângulo correto para mantê-lo distante.

Aula 7 – Estrangulamento D’Arce

A situação é semelhante à da aula seis, mas agora o adversário insiste em ir para o seu lado. Mesmo sem conseguir estabilizar a passagem, ele previne a total reposição. É hora de atacar, Gregor vai te ensinar a aplicar o temido estrangulamento D’Arce.

Aula 8 – Quanto vale o Jiu-Jitsu

Numa reflexão sobre onde investir o seu dinheiro, Bruno Fernandes compara gastos em atividades como comer fora, tomar café e refrigerantes, ou sair à noite. Se você olhar o Jiu-Jitsu como investimento em saúde, hobby ou uma forma de se socializar, a mensalidade da academia provavelmente cabe no seu orçamento.

Aula 9 – Repondo a guarda

Você se atrasou o adversário chegou do seu lado, sem você ter nenhuma pegada. Hora de usar a movimentação dos quadris e observação para repor a guarda.

Aula 10 – Fugindo o quadril

Novamente, você está atrasado. Agora o adversário está do seu lado mas com os joelhos no chão. Sabe aquela fugida de quadril de todo aquecimento? É hora de saber usá-la. Mas antes melhor saber o que prevenir e onde segurar. Gregor explica.

Aula 11 – Quando virar de quatro

Situação similar à aula 10, porém você está mais atrasado, e o adversário ainda mais junto, não dando espaços para a reposição. Hora de usar a alavanca do seu braço esticado para encontrar a distância para virar de quatro.

Aula 12 – Fugindo o quadril com a calça dominada

Para finalizar a semana, Gregor Gracie aborda o seguinte cenário: desta vez o adversário chegou do lado dominando a perna que você precisa para repor a guarda. Hora de usar a outra para quebrar a pegada.

Aula 13 – Osoto gari

Na aula de quedas, o faixa-preta de judô e jiu-jitsu Garry St. Leger aborda os detalhes de uma das quedas mais básicas e eficientes já catalogadas, o osoto gari. 

E a semana dois se encerra por aqui, mantendo os objetivos de:

  • Organizar a sua semana
  • Manter a sua motivação
  • Aumentar o seu conhecimento
  • Te incentivar a ir a sua academia treinar.

Bons treinos.

GMI Elcirley Silva e a chegada do ParaJiu-Jitsu no Abu Dhabi Grand Slam do Rio

Professor Elcirley (terno preto) participou da organização no evento de ParaJiu-Jitsu do Grand Slam do Rio. Foto: Reprodução

Texto: Elcirley Silva*

Era só mais um domingo no Rio de Janeiro, um domingo comum, chuvoso, no dia 12 de novembro de um ano complexo em vários temas para o brasileiro. Contudo, algo único aconteceu naquela data. Por volta das 14h daquele domingo, na Arena Carioca 1, no mesmo espaço no qual aconteceram parte dos Jogos Olímpicos de 2016, era realizado algo extraordinário: em todos os tatames do Abu Dhabi Grand Slam apresentavam-se no Jiu-Jitsu os super-humanos readaptados fisicamente por múltiplas consequências da vida. Como mutantes!

Cadeirantes, amputados, sem visão, portadores de síndromes. Verdadeiros domadores da palavras resiliência, eles deram um show de como o Jiu-Jitsu se fechou em um ciclo esportivo com a sua parte paradesportiva. Mais uma vez a UAEJJF batia o recorde, só que desta vez na terra mãe do BJJ, e em números de paratletas do Jiu-Jitsu em ação.

A resposta da eficiência biomecânica foi apresentada de maneira brilhante. Ficaram perguntas como: o Jiu-Jitsu é um esporte de superação, mas também de readaptação humana? Seria esta uma opção para resposta na saúde pública? A UAEJJF mostrou para o mundo as competições de Jiu-Jitsu paradesportivo, ou o ParaJiu-Jitsu como falado pelos atletas. Japão, Estados Unidos, Brasil, Emirados Árabes e Inglaterra estão na rota dessas competições. No Brasil foi primeira de três etapas, ao qual Guarapari e São Paulo terão as sequências dessas competições.

A UAEJJF deu e dá suporte a FBJJ, que agora lança uma federação ao paradesporto, a A FBJJ-P, a Federação Brasileira de Jiu-Jitsu Paradesportivo. O dia 12 de novembro é um data para se registrar no Brasil, muitos ainda não podem nem imaginar, mas algo de especial aconteceu para mudar a história da arte suave. Se a palavras inspiração e respeito ganhassem um outro codinome, agora seria ParaJiu-Jitsu. Cenas incríveis de o que a arte suave pode mudar a vida de pessoas. Que sejam mais que bem-vindos os novos mutantes da arte suave!

*Elcirley Silva é faixa-preta de Jiu-Jitsu e professor na GMI Gracie Barra em Barra do Garça.

Jackson Sousa e Cláudia do Val conquistam ouro duplo no Paris Open de Jiu-Jitsu

Jackson Sousa com a mão erguida após superar Langaker no absoluto do Paris Open. Foto: Maggie Left/IBJJF

A bela capital da França, acostumada ao ritmo frenético de visitantes em busca de suas belezas, museus e pontos turísticos, ficou pequena para a legião de atletas do Jiu-Jitsu que lá chegaram para disputar o ouro e glória do Paris Open da IBJJF, realizado no último final de semana.

Entre os faixas-pretas, Jackson Sousa (Checkmat) foi o atleta em destaque no masculino. A fera faturou ouro duplo na competição, ao vencer tanto no peso quanto no absoluto. No peso pesado, Jackson estrangulou Samuel Monin (Gracie Barra) pelas costas na final para garantir o título. Já no absoluto, a fera do Cantagalo superou o viking Tommy Langaker (Nova União) que ficou conhecido por essas bandas após lutar na Copa Podio de Jiu-Jitsu.

No feminino, a campeã mundial Cláudia do Val (De la Riva) confirmou seu favoritismo. Sem adversárias no peso pesado, a casca-grossa bateu Emilia Tuukkanen (Gracie Barra) na final do absoluto e garantiu a volta para casa com dois ouros na mochila.

Por equipes, a Gracie Barra ficou em primeiro lugar no geral, com 212 pontos, seguida pela Checkmat, com 129 pontos.

Confira abaixo os resultados completos na faixa-preta!

Black / Adult / Male / Light-Feather 1 – Vincent Nguyen – GF Team France 2 – Anthony Guy De Oliveira – Werdum Combat Team France

 

Black / Adult / Male / Feather 1 – Luciano Queiroz de Araujo – Qatar BJJ Brasil 2 – Victor Bernardo da Silva M. Marinho – Art of Fight – Lisboa 3 – Mathias Jules Jardin – GF Team France 3 – Spataro Stephane – Gracie Barra

 

Black / Adult / Male / Light 1 – Tommi Tapio Pulkkanen – Hilti BJJ Finland 2 – Krzysztof Marek Suchorabski – Gracie Barra 3 – Bruno Celio Costa de Melo – Qatar BJJ Brasil 3 – Melksedec Ferreira Franco – CheckMat

 

Black / Adult / Male / Middle 1 – Tommy Lilleskog Langaker – Nova União International 2 – Oliver Leys Geddes – OG Jiu-Jitsu 3 – Gareth Edwin Neale – Gracie Barra 3 – Tuomas Ylinampa – Brasa

 

Black / Adult / Male / Medium-Heavy 1 – Martin Aedma – SBG Ireland 2 – Tiago Hilgemberg – A.S Team 3 – Joachim Sveinson – Frontline Academy 3 – Toni Favier – Tropa de Elite

 

Black / Adult / Male / Heavy 1 – Jackson Sousa dos Santos – CheckMat 2 – Samuel Monin – Gracie Barra 3 – Nicolas E. Penzer – PAT Academy Belgium 3 – Tyrone Gonsalves – Omar Salum Jiu-Jitsu

 

Black / Adult / Male / Super-Heavy 1 – Samir Hamid Krvavac – Pirates 2 – Marek Pawel Zbrog – Gracie Barra 3 – Hamed Taleb – Malicia Team 3 – Igor Araújo Ferreira de Castro – Gracie Barra

 

Black / Adult / Male / Ultra-Heavy 1 – Ruben Araújo Fonseca – Pantera Negra Jiu-Jitsu 2 – Fousi Mezouari – ACB – De La Riva Paris 3 – Martin Johannes Gobel – GCP Godzilla Competition Project 3 – Sergio Moro Filho – Gracie Barra

 

Black / Adult / Male / Open Class 1 – Jackson Sousa dos Santos – CheckMat 2 – Tommy Lilleskog Langaker – Nova União International 3 – Nicolas E. Penzer – PAT Academy Belgium

3 – Ruben Araújo Fonseca – Pantera Negra Jiu-Jitsu

Black / Adult / Female / Light 1 – Emilia Tuukkanen – Gracie Barra Black / Adult / Female / Heavy 1 – Claudia Fernanda Onofre V. Doval – De La Riva JJ Black / Adult / Female / Open Class 1 – Claudia Fernanda Onofre V. Doval – De La Riva JJ 2 – Emilia Tuukkanen – Gracie Barra

Mestre Zé Beleza reúne pais e alunos na graduação da GMI Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira

Mestre Zé Beleza com suas aluninhas na Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira. Foto: Reprodução

O ano de 2017 foi especial para o nosso GMI Zé Beleza, líder da Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira, na Gávea. Depois de ser graduado mestre de Jiu-Jitsu com o sétimo grau e a faixa-coral, o querido professor realizou mais uma edição da tradicional graduação de sua escola, realizada no último domingo, dia 26 de novembro.

A cerimônia foi dividida em três etapas: Uma apresentação esportiva para pais, responsáveis, amigos e familiares dos alunos; Premiação para os atletas da casa e a graduação em si, com entrega de diplomas, faixas e medalhas.

Um dos pontos altos do evento foi a exibição dos alunos mais jovens com técnicas de defesa pessoal, tão necessárias para construir a confiança e habilidade dos alunos ao longo de toda sua caminhada, no Jiu-Jitsu e na vida. No vídeo abaixo você pode conferir um pouco do que rolou na festa. Parabéns ao mestre Zé Beleza e seus alunos da Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira, que há 25 anos ensina o melhor da arte suava para crianças e adultos!

Leão Teixeira Escola de Jiu-Jitsu
Rua dos Oitis 20, Gávea
#(21) 2274-1191
atendimento@jiujitsuescola.com
www.jiujitsuescola.com
Instagram: @jiujitsuescola

Parabéns ao mestre faixa-coral José Henrique Leão Teixeira por mais um grande evento de final de ano! Neste breve registro do exame de faixas da turma infantil, são avaliadas as noções básicas de defesa pessoal da criançada. Puro Jiu-Jitsu! A cerimônia 2017 aconteceu neste final de semana, na zona sul do Rio de Janeiro, integrando como sempre familiares, alunos e professores. Oss! @leaoteixeirajjescola #graciemagindica #jiujitsu #graciemag #jiujitsu #leaoteixeira #gavea #riodejaneiro #examedefaixa #defesapessoal #selfdefenseclass #selfdefense #faixacoral #artesuave #jiujitsuinfantil

Uma publicação compartilhada por GRACIEMAG Edição Brasileira (@graciemag_br) em Nov 27, 2017 às 6:07 PST

Vídeo: Gordon Ryan finaliza Ralek Gracie na superluta de Jiu-Jitsu do Metamoris

Gordon com a mão levantada após finalizar Ralek no triângulo invertido. Foto: Reprodução

Na intenção de pagar débitos de eventos passados, o Metamoris organizou uma superluta sem kimono entre o dono do evento, Ralek Gracie, e ninguém menos que Gordon Ryan, atual campeão do ADCC até 88kg.

O duelo rolou no último final de semana, na Gracie Academy, em Torrance, EUA, famoso dojô de tatames verdes montado pelo grande mestre Rorion Gracie.

Para sair com a vitória, Gordon, com pleno domínio na disputa, aplicou um triângulo e ajustou o golpe de forma invertida, para ter os três tapinhas om pouco mais de 10min de luta. John Danaher, treinador de Ryan na Renzo Gracie Academy, revelou uma aposta feita pelo aluno minutos antes do combate:

“Ele se limitou a triângulos e armlocks”, disse Danaher nas redes sociais. “E que o golpe seria aplicado entre 10 e 12 minutos de luta.” Vale lembrar que Gordon disse, semanas antes do combate, que o plano era finalizar Ralek no triângulo invertido.

Clique no vídeo abaixo e veja a finalização de Gordon Ryan na superluta sem kimono!

Uma publicação compartilhada por DAVE HANNAH (@davidrayhannah) em Nov 26, 2017 às 3:50 PST

Erberth Santos fatura peso e absoluto no Sul-Americano de Jiu-Jitsu da IBJJF

Erberth finalizou pelas costas para garantir o ouro pesadíssimo. Foto: Marco Aurelio/IBJJF

Penúltimo evento do calendário 2017 da IBJJF no Brasil, o Sul-Americano de Jiu-Jitsu trouxe mais uma vez para Barueri a nata da arte suave. Foram quatro dias de ação nos tatames montados no ginásio José Correa entre os dias 23 e 26 de novembro. No final de semana, porém, foi a vez dos faixas-pretas entrarem em ação para sacudir o público.

No masculino, Erberth Santos comprovou seu favoritismo e faturou o título duplo na competição, ao morder o ouro tanto no pesadíssimo quanto no absoluto. Na divisão de peso, Erberth finalizou Antonio Assef (GFTeam) e no absoluto bateu o campeão peso pesado Dimitrius Souza (Alliance) nas vantagens, após empate com 6 a 6 nos pontos.

“Esse campeonato foi um verdadeiro teste para mim”, disse Erberth em papo com GRACIEMAG. “Estou sem treinar desde o Mundial, seja preparação para lutar ou treino físico, por conta da inauguração da minha academia. Fiquei na dúvida se entraria ou não, mas meus alunos me deram força e deu tudo certo. Finalizei todas as lutas, menos a final do absoluto contra o Dimitrius, e só tenho a agradecer aos meus fãs e alunos.”

No feminino, as cascas-grossas Carina Santi (G13) e Bia Basílio (Almeida JJ), venceram nas suas respectivas categorias de peso e fecharam o absoluto. Confira abaixo a lista com os campeões faixa-preta deste Sul-Americano de Jiu-Jitsu.

Preta / Adulto / Masculino / Galo 1 – Rodnei Barbosa Gabriel Junior – Qatar BJJ 2 – Juan Lopes da Silva – PRM Team 3 – Luiz Cristiano Barros De Sobral – Vicente Jr. Team Brasil

 

Preta / Adulto / Masculino / Pluma 1 – Hiago George Santos Silva – Cicero Costha Internacional 2 – Cleber de Sousa Fernandes – JFC Almeida JJ 3 – Douglas Rufino da Silva – Cantagalo Team 3 – Willian Melo de Oliveira – Alliance

 

Preta / Adulto / Masculino / Pena 1 – Isaque Alberto de Oliveira Paiva – Saikoo Jiu-Jitsu 2 – Pedro Petrônio Valença Neto – Cicero Costha Internacional 3 – Alex Takeshi Nakadaki – EBJJA/Kuroiwa 3 – Higor Paterra – PSLPB Cicero Costha

 

Preta / Adulto / Masculino / Leve 1 – Jacob Williams Mackenzie – GF Team 2 – Ricardo Rocha Lima – Ns Brotherhood 3 – João Humberto Alves Ribeiro – Team Carvalho 3 – Luciano de Macedo Bernert – A.S Team

 

Preta / Adulto / Masculino / Médio 1 – Isaque Bahiense Braz – Alliance 2 – Luan de Carvalho Alves – Nova União 3 – Aquila Lanza de Paula – Cicero Costha Internacional 3 – Fernando Paulino Nascimento Rocha – Lótus Club

 

Preta / Adulto / Masculino / Meio-Pesado 1 – Matheus Spirandeli Souza – Ns Brotherhood 2 – Renato Guimaraes Cardoso – Alliance 3 – Thiago Sá Fortes Silva – CheckMat 3 – William Martins Morais de Lima – ZR Team Association

 

Preta / Adulto / Masculino / Pesado 1 – Dimitrius Soares Souza – Alliance 2 – Guilherme Augusto Soares Santos – Alliance 3 – Marcus Vinicius Lopo Ruiz – Ns Brotherhood 3 – Rafael Vasconcelos de Lima – Ns Brotherhood

 

Preta / Adulto / Masculino / Super Pesado 1 – Rodrigo Martins Ribeiro da Silva – G13 BJJ 2 – Vitor Fabio Martins Toledo – Atos Jiu-Jitsu 3 – Andre Rudolfo – Zenith BJJ 3 – Italo Oliveira Santos – ESJJ (Excelence School of Jiu-Jitsu)

 

Preta / Adulto / Masculino / Pesadíssimo 1 – Erberth Santos de Mesquita – Esquadrão de Jiu-Jitsu Brasileiro 2 – Antonio de Padua Assef N. Nascimento – GF Team 3 – Alexandre Natanael Kaspary – Kaspary Team 3 – Marcelo Tarso Strada – Atos Jiu-Jitsu

 

Preta / Adulto / Masculino / Absoluto 1 – Erberth Santos de Mesquita – Esquadrão de Jiu-Jitsu Brasileiro 2 – Dimitrius Soares Souza – Alliance 3 – Luan de Carvalho Alves – Nova União 3 – William Martins Morais de Lima – ZR Team Association

Preta / Adulto / Feminino / Pena 1 – Amanda Monteiro Nogueira – GF Team 2 – Anidete Ferreira – ZR Team Association Preta / Adulto / Feminino / Leve 1 – Bianca Barbosa Basilio – JFC Almeida JJ 2 – Luciane dos Santos Silva – Gracie Barra 3 – Denilma dos Santos Oliveira – Gracie Barra Preta / Adulto / Feminino / Médio 1 – Sábatha Laís dos Santos – Ryan Gracie Team 2 – Eloisa Alexandre Souto – GF Team Preta / Adulto / Feminino / Meio-Pesado 1 – Erin Elizabeth Herle – Alliance 2 – Jackeline Rodrigues M. de Oliveira – Alliance Preta / Adulto / Feminino / Pesado 1 – Carina Curvelo Santi – G13 BJJ Preta / Adulto / Feminino / Super Pesado 1 – Joaquina dos Santos Bonfim Neta – ZR Team Association Preta / Adulto / Feminino / Enum_WeightDivision_Open Class_Label 1 – Carina Curvelo Santi – G13 BJJ 2 – Bianca Barbosa Basilio – JFC Almeida JJ 3 – Erin Elizabeth Herle – Alliance 3 – Jackeline Rodrigues M. de Oliveira – Alliance

4ª edição do Prêmio de Top Ranking Prime presta homenagem aos melhores atletas gaúchos do Jiu-Jitsu

Solenidade acontece na Câmara Municipal de Porto Alegre. Foto: Divulgação

Será divulgado na próxima semana os atletas coroados com o título de Top Ranking na temporada Prime de Jiu-Jitsu 2017. Os vencedores serão homenageados durante a cerimonia do Prêmio Top Ranking Prime, agendado para o dia 2 de dezembro de 2017, no Plenário principal da Câmara dos Vereadores de Porto Alegre.

O prêmio de Top Ranking Prime chega em sua 4ª edição neste ano prestando homenagem para os melhores atletas da categorias adulto masculino (nas faixas branca, azul, roxa, marrom e preta), adulto feminino, master 1 masculino, master 2 e 3 masculino, master feminino, sub17 (Juvenil), sub15 (Infanto), kids e a categoria No Gi (sem kimono).

Serão auferidos diversos prêmios na principal honraria do Jiu-Jitsu gaúcho, entre os benefícios desta coroação sobressai a conquista da vaga na Seleção Prime de Jiu-Jitsu, que representará o Rio Grande do Sul nas principais competições internacionais, como o Mundial de Jiu-Jitsu e Mundial Master da IBJJF, ambos nos nos Estados Unidos, e nacionais, caso do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jits da CBJJ.

Na cerimônia também será entregue o cobiçado troféu destinando à Melhor Equipe do Ano. As equipes que conquistaram a segunda e a terceira colocação no Ranking Geral serão homenageadas juntamente, bem como serão atribuídas as honrarias às melhores academias das categorias de Base, Adulto, Master e NO GI.

O evento é uma das maiores celebrações da modalidade esportiva no sul do país, e contará com a presença dos melhores atletas e equipes de Jiu-Jitsu da temporada 2017 do circuito de competições da Copa Prime.

A sessão solene é aberta para todas os atletas, professores, apreciadores da arte suave e familiares. Vale lembrar que por ser um honraria, o traje deve ser social.

Serviço:
Local: Plenário Central Câmara Municipal de Porto Alegre
Endereço: Avenida Loureiro da Silva, 255 – Centro Histórico
Data: 02 de dezembro (sábado)
Início da Solenidade: 19h

Confira os destaques na faixa-preta para o Sul Americano de Jiu-Jitsu da CBJJ

Campeão mundial, Erberth Santos retorna aos tatames neste Sul Americano. Foto: Carlos Arthur Jr.

Começou nessa sexta-feira, dia 24, o Sul Americano de Jiu-Jitsu da CBJJ, evento que traz as emoções da arte suave em disputas acirradas mais uma vez para a cidade de Barueri, que já se tornou polo do Jiu-Jitsu em São Paulo.

Mesmo com grandes duelos já realizados na sexta-feira, é neste sábado, dia 25, que a coisa fica séria, com as disputas no adulto faixa-preta. GRACIEMAG mergulhou na lista de inscritos e trouxe os  nomes que o fã de Jiu-Jitsu deve ficar de olho.

No masculino, nomes como Hiago George (Cícero Costha), Jorge Nakamura (GFTeam) e Douglas Rufino (Cantagalo Team) prometem sacudir o peso-pluma. Isaque Paiva (Saikoo) e o atleta de MMA Gaston Manzur (Top Brother México) prometem sacudir no peso-pena. Entre os médios, categoria recheada, feras como Luan Carvalho (Nova União), Isaque Bahiense (Alliance) e Alexandre Cavalieri (Alliance) devem ficar entre as cabeças.

Entre os meio-pesados, Thiago Sá (Checkmat), Felipe Nilo (De la Riva) e o inoxidável Helvécio Penna (De la Riva) são os destaques. Para o peso pesado, Dimitrius Souza (Alliance) e Guilherme Santos (Alliance) são os nomes fortes para o pódio. Já no pesadíssimo, Erberth Santos (Esquadrão BJJ) volta às competições após o hiato de construção de sua nova equipe.

No feminino, Bia Basílio (Almeida JJ), Carina Santi (G13), Amanda Nogueira (GFTeam) e a americana Erin Herle (Alliance) se colocam como destaques na disputa tanto em suas respectivas categorias de peso quanto no absoluto.

E para você, amigo leitor, que chegará ao título nas divisões de peso e no absoluto do adulto faixa-preta? Deixe sua torcida nos comentários!

Jiu-Jitsu: Dimitrius Souza e seu armlock sorrateiro em Cássio Francis no Salvador Open

Dimitrius Souza tem o braço levantado após superar Cássio Francis no absoluto do Salvador Open. Foto: Reprodução

Em um dos duelos mais aguardados do Salvador Open de Jiu-Jitsu da IBJJF, realizado no último final de semana, Dimitrius Souza (Alliance) e Cássio Francis (Gracie Barra) ficaram frente a frente para  disputar o ouro do absoluto faixa-preta.

O duelo foi acirado, como era de se esperar. Dimitrius usou toda sua habilidade para superar a guarda ferrenha de Cassão e chegar nas costas. Após contabilizar os quatro pontos, Cássio virou de lado e Dimitrius armou o golpe que definiria o ouro.

Com o braço de Cássio já dominado, Dimitrius gira e ataca no armlock. Repare que o atleta da Alliance nem precisa usar as mãos para ajudar a envergar o braço do oponente, pois o punho de Cássio já está preso pela axila. Quando o Dimi passa a perna e eleva os quadris, o cotovelo da vítima já está no limite.

Veja a luta e a finalização derradeira no vídeo abaixo e estude a movimentação para aprender ainda mais!

Pages