GracieMag News

Arsenal de ataques da meia-guarda

Na semana 8 do curso da Renzo Gracie Online Academy, o professor André Monteiro ensina raspagens e finalizações a partir da meia-guarda, uma posição que muitas pessoas trabalham apenas do ponto de vista defensivo, fazendo transições e reposições. Trata-se de um equívoco estratégico, pois a meia-guarda oferece diversos pontos de apoio, pegadas e alavancas para você surpreender os passadores de guarda com ataques implacáveis.

Vale lembrar que muitos competidores se consagraram no Mundial de Jiu-Jitsu com um jogo baseado em ataques da meia-guarda, como é o caso de Roberto Gordo, Bernardo Faria e Celsinho Venicius. Inspire-se nesses grandes ídolos da arte suave e faça bom proveito desta semana na RGOA.

A semana 8 do programa Renzo Gracie Online Academy está organizada da seguinte forma:

  • Cinco técnicas de ataque a partir da meia-guarda.
  • Kata guruma: Muita gente acha que o kata guruma é uma queda que requer força para a sua execução. O professor Garry St. Leger, no entanto, prova o quanto a mecânica do golpe se baseia em refino técnico e agilidade.
  • Qualidade de vida: Passatempos podem renovar as suas energias e manter você motivado a treinar Jiu-Jitsu.
Dia 1: Segunda-feira Aula 1: Raspagem da meia-guarda com a mecânica da ponte

Por cima, na meia-guarda, o adversário consegue abraçar a sua cabeça e impor pressão. Trata-se de uma situação vantajosa para ele, que pode arriscar uma finalização ou progredir para o cem-quilos. Porém, com uma manobra sutil e surpreendente, você tem a chance de inverter a posição e ficar por cima.

Dia 2: Terça-feira Aula 2: Ida para as costas a partir da esgrima

Mesmo que o adversário consiga se defender da tentativa de inversão demonstrada na aula anterior, ele tende a abrir espaço para você aplicar a esgrima e progredir para as costas do oponente.

Dia 3: Quarta-feira Aula 3: Use a lapela para ir às costas do oponente

Ao trabalhar com a guarda aberta, recomenda-se usar a perna flexionada como um escudo controlando a distância em relação ao corpo do oponente. Com esse escudo, você pode empurrar o tronco do adversário, a fim de encontrar espaço para esgrimá-lo e, com a ajuda da lapela, progredir para as costas.

Aula 4: Qualidade de vida – Passatempos


Atividades relaxantes renovam as energias e aumentam a sua disposição para os treinos. Veja como Bruno Fernandes faz com que seus passatempos sejam peças fundamentais para potencializar o aprendizado no Jiu-Jitsu.

Dia 4: Quinta-feira Aula 5: Raspe quando o adversário envolve com o braço a sua esgrima

Você esgrima o adversário a fim de progredir para as costas dele, mas o oponente envolve com o braço a sua esgrima, bloqueando o seu caminho. Entenda como você pode aproveitar essa situação para desequilibrá-lo e cair por cima.

Dia 5: Sexta-feira Aula 6: Estrangulamento da meia-guarda

Por cima, o adversário ganha a esgrima com o braço direito e tenta passar a sua meia-guarda esparramando o peso progressivamente. Aprenda um estrangulamento sorrateiro e eficiente para surpreendê-lo no meio do caminho.

Aula 7: Kata guruma

Muita gente acha que o kata guruma é uma queda que requer força para a sua execução. O professor Garry St. Leger, no entanto, prova o quanto a mecânica do golpe se baseia em refino técnico e agilidade.



Renzo Gracie Online Academy: A cada semana, um nova tópico.

Mais: Quedas, Defesa Pessoal, Dicas de qualidade de vida, Documentários, Entrevistas, etc.

Invista 19.79 por mês no seu Jiu-Jitsu e ganhe acesso total ao conhecimento que já formou milhares de campeões  por todo o planeta.

 

GMI: Julio Viotti ensina transição com giro para a chave de pé no Jiu-Jitsu

Julio Viotti ataca com pressão no pé. Foto: Gabriel Srur/Santo Negro

Para tornar o seu jogo mais eficiente nos campeonatos, conecte os movimentos da luta em pé com os movimentos da luta de chão, formando assim armadilhas ardilosas para surpreender os oponentes.

É o que ensina o professor GMI Julio Viotti, da academia FFTeam Jacutinga, em Minas Gerais, que gosta de usar a puxada para a meia-guarda como isca para finalizar com a chave botinha.

Confira o passo a passo da posição e, logo em seguida, veja o movimento aplicado com sucesso num campeonato. Estude o movimento e pratique nos seu próximo treino!

O estrangulamento de André Galvão em Rodrigo Pimpolho no Europeu de Jiu-Jitsu

Galvão em ação no Europeu de 2015. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Quase uma semana inteira de disputas no tatame é o que o Europeu de Jiu-Jitsu da IBJJF em 2018 promete aos fãs da arte suave.

Agendado entre os dias 16 e 21 de janeiro, o primeiro torneio desta temporada receberá em Odivelas, Portugal, os maiores nomes do Jiu-Jitsu mundial em busca do primeiro passo para o sonhado Grand Slam da IBJJF (que consiste em garantir o ouro no Europeu, Brasileiro, Pan e Mundial).

Em um destes inflamados Europeus, mais precisamente em 2015, André Galvão (Atos) e Rodrigo “Pimpolho” Fajardo (Gracia Barra) ficaram frente a frente para brigar pela vaga na final do peso pesado.

Galvão, para ficar com a vitória, emborcou e escorregou para as costas de Pimpolho. De lá, aplicou o estrangulamento que garantiu a vitória. Mais tarde, no mesmo dia, Galvão vencera Renato Cardoso (Alliance) para sagrar-se campeão do torneio.

Relembre no vídeo abaixo!

Mão na gola e bote no triângulo: a finalização de Caio Terra no Europeu de Jiu-Jitsu

Caio Terra,em ação no tradicional tatame azul e amarelo da IBJJF. Foto: Ivan Trindade / GRACIEMAG

Primeiro torneio da temporada 2018, o Europeu de Jiu-Jitsu promete transformar Odivelas, em Portugal, no pico mais procurado pelos craques da arte suave.

O campeonato, programado para rolar entre os dias 18 e 21 de janeiro, com possibilidade de estender-se também para os dias 15, 16 e 17 (dependendo do número de inscritos), tem como tradição receber os maiores nomes do Jiu-Jitsu mundial, estes em busca do sonhado Grand Slam da IBJJF, que consiste em morder o ouro no Europeu, Brasileiro, Pan e Mundial.

Em 2016, Caio Terra brilhou com exibições de refinada técnica e finalizações belas. EM uma de suas primeiras lutas na campanha em questão, a fera tirou da cartola um bote caprichado no triângulo, que evoluiu num armlock da posição.

Reveja no vídeo abaixo e aqueça para o Europeu de Jiu-Jitsu!

Jiu-Jitsu: Buchecha, Lo, Miyao e Márcio André em ação no ACBJJ 10, em São Paulo

Marcinho com o cinturão do ACBJJ 9, após sua conquista no Rio de Janeiro. Foto: Vitor Freitas

Os fãs de Jiu-Jitsu terão um início de 2018 inesquecível, e o responsável por tornar realidade a vontade de ver de perto alguns dos principais nomes mundiais da modalidade em ação será o Absolute Championship Berkut. A maior organização de lutas da Europa desembarca pela segunda vez no Brasil com seu show da arte suave, desta vez em São Paulo, no ginásio do clube Hebraica, no dia 26 de janeiro. O galáctico card do show tem 17 lutas, incluindo duas disputas de título e nomes como Marcus Buchecha, Leandro Lo, Romulo Barral, Bráulio Estima, entre outros gigantes.

No topo do card, um choque de titãs. Os jovens talentosos Luiz Panza e João Gabriel Rocha duelam pelo título da categoria peso pesado (acima de 95 kg) após excelentes resultados nos torneios do evento. Na disputa pelo cinturão no peso leve (até 65 kg), um embate de campeões mundiais entre Augusto Tanquinho (2013) e Paulo Miyao (2015). Tanquinho brilhou na última edição do evento, em dezembro passado, e sagrou-se campeão do GP até 60 kg, enquanto Miyao já faturou o torneio da categoria em duas oportunidades.

Dez vezes campeão mundial e maior nome do Jiu-Jitsu na atualidade, Marcus Buchecha vestirá seu kimono para abrilhantar a noite do ACB JJ 10. Buchecha retorna ao seu estado natal para enfrentar o perigoso Mahamed Aly. Outro duelo que está no imaginário dos fãs da arte suave é o desafio entre o também paulista e pentacampeão mundial Leandro Lo, contra Otávio Sousa, tricampeão do mundo. Outro dono de cinco títulos mundiais escalado para o show é Lucas Lepri, que enfrenta o talentoso Marcio André, campeão do GP da sétima edição do evento, no Rio de Janeiro.

Após excelente temporada em 2017, quando alcançou o título mundial, Erberth Santos terá pela frente um desafio europeu. Ele encara o polonês Adam Wardzinski, campeão nacional peso e absoluto em 2016. Campeão mundial e do ADCC em 2015, Claudio Calasans enfrenta o duro Patrick Gaudio, enquanto o bicampeão do ADCC Yuri Simões pega o russo Abdurakhman Bilarov.

Duas lendas vivas do Jiu-Jitsu enriquecem o cartão de lutas do ACB JJ 10. Rômulo Barral e Bráulio Estima somam juntos oito títulos mundiais, cinco de “Rominho” e três do “Carcará”, e lutam contra Arnaldo Maidana e Rudson Mateus, respectivamente. Para completar, o experiente Rodrigo Cavaca mede forças com Igor Silva, Gabriel “Fedor” Lucas encara Ricardo Evangelista e Mikey Musumeci, terceiro americano a se sagrar campeão mundial de Jiu-Jitsu na história, pega Rafael Barata.

“O card que o ACB está trazendo para o Brasil, para a edição em São Paulo, é simplesmente o melhor de todos os tempos. Teremos incríveis disputas pelo cinturão, lutas muito bem casadas e a oportunidade dos fãs assistirem diversos campeões mundiais de Jiu-Jitsu em ação. O Brasil é o berço da arte suave, então nada mais justo que ser palco da união do maior evento europeu com as melhores lutas de Jiu-Jitsu. O ACB valoriza com excelência as artes marciais, sua filosofia, seus lutadores, seus fãs, e é isso que o público pode esperar do evento no Brasil, um grande espetáculo no qual os protagonistas são os lutadores de verdade, aqueles que têm a filosofia das artes marciais em sua essência”, comentou Rick Monstro, empresário e representante do ACB no Brasil.

Os fãs já podem garantir seu lugar no evento para acompanharem de perto às espetaculares lutas do ACB JJ 10. Os ingressos do primeiro lote estão disponíveis através do site https://acbjj10.eventbrite.com. Os ingressos custam a partir de R$ 30,00 (trinta reais).

O direito de transmissão do ACB JJ 10 para o Brasil está em processo de negociação com alguns veículos de comunicação de TV aberta e fechada. “Assim que anunciamos o card do show através das redes sociais do ACB, o impacto foi muito grande. Fomos procurados por alguns veículos para exibição para o Brasil, e acredito que muito em breve encerraremos as negociações e o público de todo o país poderá acompanhar todas as emoções da grande noite de lutas que teremos”, encerrou Rick.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

GRACIEMAG #251: Os melhores do mundo das lutas

A GRACIEMAG #251 já está disponível em sua versão digital e a partir do dia 15 de janeiro nas bancas de todo o Brasil.

Para conferir tudo o que a revista dedicada ao Jiu-Jitsu mais lida do Brasil tem a oferecer este mês, acesse www.graciemagshop.com.br e faça já sua assinatura.

Boa leitura e bons treinos!

Encerrada a temporada 2017 do Ranking Meiaguarda; veja quem venceu no Ceará

Alguns dos campeões do Ranking Meiaguarda 2017 (Clique para ampliar)

No dia 17 de dezembro de 2017, foi encerrada a temporada eletrizante do Jiu-Jitsu cearense e também do Ranking Meiaguarda, concorrido prêmio que há sete anos estimula e divulga os atletas do infantil ao sênior no estado do Ceará.

Com todos os pontos contabilizados, as 43 categorias tiveram seus pódios definidos para a cerimônia de premiação, agendada para o mês de janeiro, no auditório da Arena Castelão.

No total, 129 atletas vão receber as honrarias, entre eles os faixa-pretas Talison Soares, Berg Barbosa, Aloisio Jr, Napoleão Cavalcante. Almir Jr, Flavio Cantareli e Blasco Luiz, além de Gilson Nunes e Victor Hugo que foram destaques internacionais este ano.

Outros nomes que brilharam na classificação foram João Victor Machado (Nova União), que disputou eventos pequenos e grandes, faturando como melhor da faixa-roxa; Lindisney Lima (Gracie Barra), que não mediu esforços para competir dentro e fora do estado, conquistando o título na azul; como também a garotada cascuda Alisson Silva (Soul Fighters), Sergio Emanoel (BD Team), Pablo Yan (BD Team) e João Marcelo (Checkmat) que mantiveram a consistência nas competições e são garantia de um futuro promissor da arte suave alencarina.

Confira os nomes dos competidores que serão homenageados pelo Ranking Meiaguarda!

Faixa-preta
1º Talison Soares (Checkmat)
1º Berg Barbosa (Gracie Barra)
3º Italo Gonçalves (BD Team)

Faixa-marrom
1º Jonas Bruno (DBK)
2º Bebeto Oliveira (GFTeam)
3º Kildere Sousa (MG)

Faixa-roxa
1º João Victor Machado (Nova União)
2º Fellype Rocha (Carlson Gracie)
3º Davi Silva (ZR Team)

Faixa-azul
1º Lindisney Lima (Gracie Barra) – 247.500
2º Lucas Brandão (Checkmat) – 122.500
3º Paulo Henrique (Gracie Barra) – 104.000

Faixa-branca
1º Keven Nobre (MG)
2º Ramon Rodrigues (MG)
3º Roberto Sampaio (Gracie Barra)

Faixa-azul juvenil
1º Macksuel Maciel (Checkmat)
2º Caio Levi (DBK)
3º Felipe Carlos (MG)

Faixa-branca juvenil
1º Denilson Sousa (Cicero Costha)
2º David Yuri Cunha (Checkmat)
3º David Lima (BD Team)

Infanto-juvenil colorida
1º Alisson Silva (Soul Fighters/DGT)
2º Kauan Melo (Chekmat)
3º Ulisses Neto (Checkmat)

Infanto-juvenil faixa-branca
1º Pablo Yan (BD Team)
2º Tiago Braga (Ares JJ)
3º Silvio Victor (Checkmat)

Infantil Colorida
1º Sergio Emanoel (BD Team)
2º Matheus Vinicius (Cicero Costha)
3º Fabiano da Silva (MG) – 64.000

Infantil Branca
1º João Marcelo (Checkmat)
2º Juan Victor Rocha de Oliveira (Nova União)
3º Gustavo Machado (Nova União)

Infanto-Juvenil colorida
1º Isabelly Kilvia (Gracie Barra)
2º Vitoria Bianca (Gracie Barra)
3º Stefanny Yasmnin (Gracie Barra)

Infanto-Juvenil faixa-branca
1º Anna França (Cicero Costha)
2º Nicole Emilly (Gracie Barra)
3º Myrella Sayonara (Nva Uniao)

Infantil Colorida
1º Nicoly Almeida (Cicero Costha)
2º Hilary Gonzaga (BD Team)
3º Bianca Rodrigues (Checkmat)

Infantil faixa-branca
1º Geovana Lobo (Gracie Barra)
2º Eduarda Lobo (Gracie Barra)
3º Emily Lobo (Gracie Barra)

Feminino
Geral
1º Welen Gabroele (BFC)
2º Jorraina Karoline (Soul Fighters)
3º Day Sousa (Soul Fighters)

Faixa-preta
1º Amanda Carvalho (Soul Fighters)
2º Suellen Marinho (Ares)
3º Juliana Bezerra (Checkmat)

Faixa-marrom
1º Thamires Castro (GC-Pepey)
2º Juliana Gomes (Global Fight)

Faixa-roxa
1º Janaina Maia (SAS)
2º Alinny Moraes (Cicero Costha)
3º Daniela Sleiman (Nova União)

Faixa-azul
1º Welen Gabriele (BFC)
2º Day Sousa (Soul Fighters)
3º Anna Vyrginia (GC-Pepey)

Faixa-branca
1º Jorraina Karoline (Soul Fighters)
2º Mariana Magalhaes (Ares)
3º Flavia Bittencourt (Gracie Humaitá)

Submission
Faixa-preta
1º Almir Jr (DGT)
2º Helio Mourão (Gracie Barra)
3º Francisco William de Sá (SAS)

Faixa-marrom
1º Fabricio Gonzaga (Junior Samurai)
2º Vinicios Bezerra (Checkmat)
3º Jecton Panda (DGT)

Faixa-roxa
1º Relter Filho (MG)
2º Italo Ferreira (Pitbull Brothers)
3º João Victor Machado (Nova União)

Faixa-azul
1º Marcio Valerio (Gracie Barra)
2º Rodrigo Feitosa (ZR Team)
3º Gil Rodrigues (Checkmat)

Faixa-branca
1º Marney Max (Pitbull Brothers)
2º Roberto Sampaio (Gracie Barra)
3º Vinicius da Silva (Gracie Barra)

Juvenil
1º Caio Levi (DBK)
2º David Cunha Silva (Checkmat)
3º Wellington Silva (Checkmat)

Kids
1º Sergio Emanoel (BD Team)
2º Alisson Silva (Soul Fighters)
3º Erlan Ferreira (BFC)

Feminino
1º Leidiane Regis (Checkmat)
2º Welen Gabriele (BFC)
3º Mylena Euller (Gracie Humaitá)

Master
Geral
1º Gleyson Anderson (Gracie Barra)
2º Aloisio Jr (Ares)
3º Marcos Maciel (Checkmat)

Faixa-preta
1º Aloisio Jr (Ares)
2º Helio Mourão (Gracie Barra)
3º Almir Jr (DGT)

Faixa-marrom
1º Tammy França (Ares)
2º Afonso Silva (Checkmat)
3º Mariano Emes (Kimura/Nova União)

Faixa-roxa
1º Francisco Edney (Checkmat)
2º Francisco Carlos (Cicero Costha)
3º Bruno Ribeiro (Gracie Barra)

Faixa-azul
1º Gleyson Anderson (Gracie Barra)
2º Marcos Maciel (Checkmat)
3º Reginaldo Rodrigues (Gracie Barra)

Faixa-branca
1º Weslley Jr (Checkmat)
2º Joaõ Paulo Medeiros (Soul Fighters)
3º Sau Silva (Carlson Gracie)

Sênior
Geral
1º Vagner Cordeiro (SAS)
2º Napoleão Cavalcante (BD Team)
2º Blasco Luiz (Checkmat-RN)

Faixa-preta
1º Napoleão Cavalcante (BD Team)
1º Blasco Luiz (Checkmat-RN)
3º Iranildo Gigante (GC-Pepey)

Faixa-marrom
1º Fabio Freitas (Soul Fighters)
2º Antonio Marcos (Ares)
3º Fabio Cavalcante (Nova União)

Faixa-roxa
1º Vagner Cordeiro (SAS)
2º Flavio Regis (Checkmat)
3º Edgladson Furtado (Checkmat)

Faixa-azul
1º Gildenio Fernandes (Carlson Gracie)
2º Fabiano Trindade (Soul Fighters)
3º Danyel do Vale Carvalho Nogueira (Darcio Lira)

Faixa-branca
1º Vinicius Aguiar (DBK)
2º Paulo Eduardo Paz (Game Fight)
3º Luciano Nogueira Sales (Soul Fighters)

Submission

Master
1º David Nascimento (BFC)
2º Pedro Dias (GC-Pepey)
3º Giobatta Ragni (Global Fight)

Sênior
1º Flavio Cantarele (BFC)
2º Blasco Luiz (Checkmat)
3º Hermes França (Global Fight)

Mackenzie Dern com estreia agendada no UFC para março; conheça a adversária

Mackenzie Dern terá a chance de mostrar seu Jiu-Jitsu no UFC. Foto: Mike Jackson/LFA

Depois de conquistar os maiores títulos no Jiu-Jitsu e migrar com sucesso para o MMA, com cartel perfeito de cinco vitórias e belas finalizações no Invicta e no Legacy, Mackenzie Dern finalmente teve sua carreira no esporte de luvinhas direcionada para o maior evento do mundo, o UFC.

As informações, divulgadas pelo jornalista Ariel Helwani, do MMA Fighting, indicam que Dern terá seu debute no Ultimate no dia 3 de março, no UFC 222, em edição agendada par rolar em Las Vegas. Sua adversária será Ashley Yoder.

Mack fez sua primeira luta de MMA em 2016, e de lá para cá acumulou cinco sucessos, três por finalização. Em sua última luta, no Invicta FC 26, finalizou Kaline Medeiros com um armlock no terceiro assalto.

Já Yoder (5v, 2d) chegou invicta no Ultimate, e amargou suas duas primeiras derrotas em sequência, para Justine Kish e Angela Hill.

E você, amigo leitor, está ansioso para a estreia da estrela do Jiu-Jitsu Mackenzie Dern no UFC? Comente conosco!

Manual prático para você blindar suas costas

A semana 7 do curso da Renzo Gracie Online Academy oferece a você conhecimento técnico para se defender de uma das situações mais adversas num combate de Jiu-Jitsu: o ataque pelas costas.

Sim, nós nos referimos àquele momento em que o oponente põe os ganchos com as pernas, acopla-se ao seu tronco como uma mochila e começa a mirar no seu pescoço e/ou nas suas articulações.

Se você fica aflito só de imaginar, não perca as aulas de Robson Gracie Jr., o Robsinho, que ensina mais de dez formas diferentes de escapar do domínio à retaguarda, bloqueando tentativas de finalização e se reposicionando de forma favorável.

Ao estudar e absorver as mecânicas ensinadas, você vai estar capacitado a blindar sua retaguarda contra os mais habilidosos pegadores de costas da sua academia e dos campeonatos.

A semana 7 do programa Renzo Gracie Online Academy está organizada da seguinte forma:

  • Treze técnicas de defesa contra o domínio das costas.
  • Sumi Gaeshi: a mecânica da “técnica de sacrifício” que faz você ir ao chão inicialmente para só então encontrar o ponto de desequilíbrio do adversário.
  • Qualidade de vida: Bruno Fernandes vai mostrar a você que o conceito de idade é muito relativo no universo do Jiu-Jitsu.
Dia 1: Segunda-feira Aula 1: A defesa de Renzo Gracie para o domínio das costas


Sendo dominado pelas costas, Renzo Gracie mostra o passo a passo para você bloquear as tentativas de estrangulamento do adversário e escapar com segurança, reposicionando-se para colocar o oponente na guarda.

Aula 2: Defesa das costas aprisionando os braços do opoente Quando o adversário domina as suas costas, você não deve ficar apavorado, tentando escapar na marra e desperdiçando energia à toa. Recorra ao sangue-frio e ao refino técnico, como nesta defesa sutil, ensinada por Robson Gracie Jr., o Robsinho. Aula 3: Defesa das costas terminando por cima

Aprenda uma forma eficiente para escapar do domínio do adversário às suas costas, terminando a movimentação por cima dele, na guarda ou até mesmo na meia-guarda.

Dia 2: Terça-feira Aula 4: Defesa das costas indo para a meia-guarda

Tome cuidado ao tentar escapar do domínio pelas costas aplicado pelo adversário, pois ele pode se antecipar ao seu movimento, reposicionando-se na montada. Confira como o professor Robsinho Gracie evita que isso aconteça.

Aula 5: Defesa das costas passando o braço do oponente para o outro lado

O momento em que o adversário avança uma das mãos para catar a gola do seu kimono pode ser decisivo para você escapar do ataque pelas costas. Veja como Robsinho Gracie se aproveita dessa situação.

Aula 6: Variação da defesa das costas passando o braço do oponente para o outro lado

Robson Gracie Jr. volta a se utilizar da defesa ensinada na aula anterior. Porém, agora, em vez de terminar o movimento dentro da guarda do adversário, Robsinho conclui a movimentação por baixo, fazendo guarda. Entenda por que isso acontece e adicione as duas alternativas de escape ao seu jogo.

Dia 3: Quarta-feira Aula 7: Defesa das costas quando o oponente domina a sua gola

Se, durante o ataque pelas costas, o adversário conseguir passar o braço rente ao seu pescoço e dominar a gola cruzada, o risco de você ser finalizado é grande. Mesmo assim, existem formas para você se defender do estrangulamento e escapar do sufoco. Confira!

Aula 8: Defesa das costas evitando o mata-leão

Tome cuidado ao tentar se defender do estrangulamento de golas cruzadas pelas costas, pois, dependendo da direção para a qual você tenta desviar o braço do oponente, você pode deixar o seu pescoço vulnerável ao mata-leão.

Aula 9: Qualidade de vida: Você nunca vai ser velho demais para treinar Jiu-Jitsu


“Sou muito velho para praticar Jiu-Jitsu”. Bruno Fernandes destrói esse tipo de pensamento, uma das desculpas mais comuns quando alguém quer evitar o ingresso numa academia da arte suave.

Dia 4: Quinta-feira Aula 10: Defenda-se movimentando a cabeça de forma circular

Caso o adversário use a cabeça para direcionar o seu corpo para o lado que é favorável ao arrocho do estrangulamento pelas costas, você pode movimentar o pescoço de forma a contornar a cabeça do oponente, encontrando espaço para escapar do golpe.

Aula 11: Escape pelo “lado errado”

Quando você sofre um ataque pelas costas, mesmo que o adversário consiga dominar a sua gola cruzada e direcionar o seu corpo para o lado favorável ao arrocho do estrangulamento, existe uma maneira eficiente para você se defender e escapar.

Aula 12: Libertando-se do “cinto de segurança”

O domínio pelas costas conhecido como cinto de segurança é muito eficiente, capaz de conectar o lutador que ataca à retaguarda do oponente de forma justa, como se fosse uma mochila. Porém, existem formas de escapar.

Dia 5: Sexta-feira Aula 13: Escapando a cabeça para baixo

Em essência, quando sofremos um ataque pelas costas, o que precisamos para escapar é abrir espaço, criar brechas para escapulir. Ao puxar o braço que ataca o seu pescoço, Robson Gracie Jr. consegue a fresta necessária para escorregar a cabeça para baixo e se reposicionar na meia-guarda

Aula 14: Uma última alternativa de defesa

Robson Gracie ensina a mais difícil de todas as suas opções de defesa contra estrangulamentos pelas costas. Trata-se de um giro radical e arriscado, mas que, por ser inusitado, pode surpreender muitos oponentes.

Aula 15: Sumi Gaeshi

O sumi gaeshi é conhecido como uma “técnica de sacrifício”, já que o lutador que executa o golpe vai ao chão inicialmente, para só então encontrar o ponto de desequilíbrio do adversário. Trata-se, portanto, de uma técnica bastante ousada. E certamente uma das mais belas da cartilha deste curso.

Melhore seu jiu-jitsu com a Renzo Gracie Online Academy

Veja a agenda RGOA:

Semana 1: Ataques da guarda fechada

Semana 2: Retenção da guarda

Semana 3: Ataques laterais

Semana 4: Saída dos 100kg

Semana 5: Pegadas de costas

Semana 6: Ataques das costas

Semana 7, 8, 9 …, 998, 999, 1000: Surpresa! A cada semana, um nova tópico.

Mais: Quedas, Defesa Pessoal, Dicas de qualidade de vida, Documentários, Entrevistas, etc.

Tudo isso por 9,58 por mês, no plano anual.

Tenha acesso à mais completa e moderna academia online de Jiu-Jitsu do planeta.

Jiu-Jitsu: A queda e a finalização de Leandro Lo no GP de Pesados da IBJJF

Leandro Lo na chave vitoriosa em sua estreia no GP de Pesados. Foto: Reprodução

Leandro Lo não teve dos seus melhores anos em 2017, mas conseguiu alguns grandes resultados na temporada. No GP de Pesos Pesados da IBJJF, por exemplo, o líder da NS Brotherhood conquistou o vice-campeonato ao ser parado pelo amigo Marcus Buchecha na final. Antes, porém, Lo teve de encarar duras batalhas.

Uma delas foi no combate de estreia no GP, contra Ricardo Evangelista (GFTeam). No início do duelo, Evangelista metralhou a guarda de Lo com pressão para passar. Depois de brigaram bastante por pegadas no alto e algumas tentativas de Lo da guarda, o paulista fez a jogada que definiria a luta.

Lo, para desequilibrar a luta empata puxou para guarda, e rapidamente levantou, com a perna de Evangelista presa com a lapela. Do single-leg, Lo conseguiu a queda próximo a área de segurança, mas ganhou os dois pontos. Por cima no solo, Leandro colocou o joelho na barriga, montou e atacou na kimura que valeu a vitória.

Reveja a movimentada luta no vídeo abaixo!

Ronaldo Jacaré e seu quedão de estreia na faixa-preta de Jiu-Jitsu

Jovem e sedento, Jacaré chegou na faixa-preta apavorando. Foto: Arquivos GRACIEMAG

Hoje é dia de relembrar. Voltamos no tempo, para agosto de 2003, no Desafio Black Belt, realizado em São Paulo. O personagem principal: Ronaldo Jacaré.

Jacaré, na época, era mais conhecido como atual campeão absoluto faixa-marrom da IBJJF. O torneio em questão seria seu debute na faixa-preta.

No duelo contra o cascudo Delson “Pé-de-Chumbo” Heleno, Jacaré fez as pegadas e impôs o seu ritmo, sacudindo e aplicando uma plástica queda. No fim, 7 a 0 para o Jaca e muita comemoração.

No MMA, Jacaré terá seu próximo compromisso no UFC no dia 27 de janeiro, contra Derek Brunson, em Charlotte.

Relembre no vídeo abaixo!

8 dicas de André Galvão para melhorar seu Jiu-Jitsu em 2018

André Galvão em um dos seus puxados treinos na Atos. Foto: Gallerr.com

O ano de 2018 está aí, e junto dele começa uma nova temporada de treinos e aprendizado em cima do tatame. E para você começar este ano novo com o pé direito, resgatamos dos nossos arquivos uma pérola para te inspirar a evoluir ainda mais nos próximos meses.

Pentacampeão mundial de Jiu-Jitsu e supercampeão do ADCC, André Galvão é conhecido pelo seu estilo explosivo e sempre no ataque. Para você aprender com a fera, buscamos algumas dicas do líder da Atos nos nossos arquivos e tudo que você tem a fazer é ler e se inspirar a treinar ainda mais forte neste 2018.

Estude as dicas e melhore ainda mais o seu jogo!

1. Independentemente do resultado ou da forma que a luta está, você não deve nunca parar ou pensar em desistir.

2. Lute caindo para dentro, mostre a qualidade do seu Jiu-Jitsu em todas as lutas.

3. Jiu-Jitsu foi feito para lutar e não para amarrar. O Jiu-Jitsu está cheio de amarrão, que luta para dizer que não bateu para fulano ou ciclano.

4. Treine finalizações nos mais diversos aspectos e situações.

5. Não tenha um Jiu-Jitsu de uma, duas ou três posições. Treino de tudo.

6. Perceba onde está o controle principal de cada posição. Saiba matar as pegadas do adversário.

7. O segredo para ficar bom nas posições é treinar muito, fazer muito giro e afiar muito ela, com repetição e controle.

8. Arrisque suas posições e finalizações durante os rolas na academia, até a hora em que essas começarem a sair nos campeonatos.

Cris Cyborg defende cinturão e Nurmagomedov domina Edson Barboza no UFC 219

Cyborg bateu e usou os cinco rounds para superar Holm com segurança. Foto: Zuffa LLC via Getty Images

Com poucos dias para o início de 2018, o UFC organizou um grande evento para encerrar sua temporada de 2017 com grande estilo. Nesse sábado, dia 30 de dezembro, o UFC 19 trouxe para Las Vegas grandes combates e uma aguardada disputa de cinturão na divisão feminina do Ultimate.

Cris Cyborg, supercampeã da divisão de pesos-penas, encarou a ex-campeã Holly Holm em duelo de cinco assaltos no qual a trocação seria o estilo para ditar o vencedor. Cyborg, conhecida por sua explosão, encararia uma das maiores campeãs do boxe feminino, técnica e precisa.

O duelo, porém, mostrou o lado mais paciente de Cyborg. Sem acelerar demais o duelo, a curitibana trabalhou seus golpes com pujança e cautela, sem a intenção incessante de outrora para concluir a luta. Holly, por sua vez, com alguns bons momentos na luta, buscou mais o clinche e não conseguiu abrir o seu jogo contra a perigosa brasileira.

No fim das contas, Cyborg trabalhou melhor nos 25min da disputa, venceu na decisão unânime dos jurados e defendeu com sucesso o seu cinturão peso-pena. Para seu próximo duelo pediu para viajar até a austrália e assim desafiar Megan Anderson, sua antiga prometida para lutar no UFC que ficou fora do combate por problemas no visto. Local da Oceania, Anderson é ex-campeã do Invicta e uma das poucas atletas femininas que fariam uma luta equilibrada com Cyborg.

Na luta coprincipal, Khabib Nurmagomedov voltou a pisar no octógono após problemas consecutivos antes de lutar no UFC. Seu adversário, o brasileiro Edson Barboza, não teve chances de abrir sua caixa de ferramentas e foi fortemente grampeado pelo russo, que grudou, bateu e dominou os três assaltos da disputa, para ficar com a vitória na decisão dos jurados e pedir a chance contra Tony Ferguson pelo cinturão interino, ou contra Conor McGregor, campeão da divisão dos leves.

Ainda no card, Matheus Nicolau voltou a atuar no UFC após cumprir seu tempo de suspensão. A volta, porém, mostrou a força do brasileiro na divisão de peso-galo. Na luta contra Louis Smolka, Matheuzinho bateu melhor, dominou no solo, e agiu como quis no cage, para vencer na decisão dos jurados em grande atuação.

Confira abaixo os resultados completos!

UFC 219
Las Vegas, Nevada
30 de dezembro de 2017

Cris Cyborg venceu Holly Holm por decisão unânime
Khabib Nurmagomedov venceu Edson Barboza na decisão unânime dos jurados
Dan Hooker finalizou Marc Diakiese na guilhotina aos 42s do R3
Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo na decisão unânime dos jurados
Neil Magny venceu Carlos Condit na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Michal Oleksiejczuk venceu Khalil Rountree na decisão unânime dos jurados
Myles Jury venceu Rick Glenn na decisão unânime dos jurados
Marvin Vettori x Omari Akhmedov terminou em empate majoritário
Matheus Nicolau venceu Louis Smolka na decisão unânime dos jurados
Tim Elliott finalizou Mark de La Rosa no triângulo de mão a 1min42s do R1

Relembre 5 finalizações do Jiu-Jitsu que foram destaque no UFC em 2017

Demetrious Johnson com seu armlock campeão. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

O ano de 2017 foi um sucesso para o UFC, com a realização de grandes eventos, lutas de tirar o fôlego e disputas de cinturão agitadas, com algumas trocas de campeões pelo caminho.

E para o fã de Jiu-Jitsu ligado no Ultimate, não faltaram belas finalizações para vibrar neste ano que está quase no fim.

Para relembrar os melhores golpes de Jiu-Jetsu da temporada, nossos parceiros do canal Combate prepararam um vídeo, no qual os cinco melhores, eleitos pelo público, são apresentados.

Reveja os lances de finalização no vídeo abaixo e poste nos comentários qual foi a sua finalização predileta, esteja ela neste lista ou não. Oss!

Jiu-Jitsu: Marcos Giusti ensina detalhe para finalizar com facilidade no relógio

Professor Giusti na academia GMI Alfa Jiu-JItsu Foto: Reprodução

Experiente professor e implacável competidor, nosso GMI Marcos Giusti, líder da Alfa Jiu-Jitsu Academy, mostrou para seus alunos e leitores de GRACIEMAG o seu segredo para finalizar no estrangulamento relógio, com demonstrações na teoria e também na prática.

Primeiro, na sede da equipe em Araranguá, Santa Catarina, Giusti escalou o aluno Nei Silva para explicar os detalhes. Depois de travar o oponente pelo braço, para que este gire para a arapuca, Giusti trava a perna para evitar a reposição de guarda e assim girar com a mão na gola para apertar no estrangulamento.

Na prática, Marcos, na frente do placar no campeonato, aproveita a movimentação do inimigo para atacar na sua posição forte. Repare que o posicionamento do oponente foi o clique necessário para Giusti rapidamente executar a técnica, já gravada por anos de repetição.

Confira os detalhes da execução no vídeo abaixo e coloque mais este truque na sua manga!

Jiu-Jitsu: Reveja as duas finalizações do ano na eleição GRACIEMAG

Roger prepara o ataque que entraria para a história do Jiu-Jitsu competitivo. Foto: Carlos Arthur Jr.

Nossa equipe e os fanáticos leitores de GRACIEMAG se uniram na eleição dos melhores do ano de 2017, com votos no Jiu-Jitsu e também no MMA.

Após os votos do time GRACIEMAG e de contados os votos dos preferidos da galera, dentre os eleitos tivemos duas finalizações escolhidas como as melhores de 2017, e os votos foram iguais, tanto do nosso time quanto no voto popular.

O duelo entre Roger Gracie e Marcus Buchecha terminou com um estrangulamento pelas costas, e este foi eleito o melhor golpe de 2017 no Jiu-Jitsu. No MMA, o campeão Demetrious Johnson arremessou e pegou Ray Borg ainda no alto, para finalizar num armlock sensacional.

Reveja as duas finalizações nos vídeos abaixo!

Roger Gracie x Marcus Buchecha – Gracie Pro

Demetrious Johnson x Ray Borg – UFC 216

Melhores do ano 2017: Veja os destaques do Jiu-Jitsu eleitos por GRACIEMAG e pelos leitores

Cobrinha após a conquista do seu quinto ouro no Mundial. Foto: Beatriz Lina/ Graciemag

Com menos de uma semana para o fim da temporada 2017, é chegada a hora de conhecermos os melhores do ano no Jiu-Jitsu.

Para definir os destaques, nossa equipe de jornalistas e fotógrafos debateu por horas a fio depois de derrubar algumas tigelas de açaí, e nossa lista veio com aqueles que se destacaram nas 10 categorias propostas.

Pela primeira vez desde que elegemos os melhores do ano, há mais de uma década, a escolha do melhor lutador do ano ficou empatada, e decidimos por apontar dois cascas. Marcus Buchecha, rei absoluto do principal torneio do ano, foi um deles; e o outro foi Rubens Cobrinha, que teve um ano sobrenatural e, aos 38 anos, terminou a temporada com o título brasileiro, europeu, do Pan, do Mundial e do ADCC. Haja gás e talento.

Já a melhor lutadora do ano foi escolhida mais facilmente: a incontestável Tayane Porfírio, que levou tudo no pano em 2017.

Confira a seguir, os vencedores nas demais categorias, na escolha de nossa equipe e também no voto de nossos sagazes leitores, que desceram a mão no teclado e ajudaram a apontar os melhores do ano. Alguns votos, descaracterizados ou com atletas fora das respectivas categorias adequadas, foram desconsiderados.

*** MELHORES DE 2017 ***

1. Melhor lutador de Jiu-Jitsu:

Eleitos por GRACIEMAG: Marcus Buchecha e Rubens Cobrinha

Voto popular: Marcus Buchecha

2. Melhor lutadora de Jiu-Jitsu:

Eleita por GRACIEMAG: Tayane Porfírio

Voto popular: Bia Mesquita

3. Finalização do ano:

Eleita por GRACIEMAG: Roger Gracie em Marcus Buchecha no Gracie Pro

Voto popular: Roger Gracie em Marcus Buchecha no Gracie Pro

4. Melhor lutador sem kimono:

Eleito por GRACIEMAG: Felipe Preguiça

Voto popular: Felipe Preguiça

5. Melhor lutadora sem kimono:

Eleita por GRACIEMAG: Bia Mesquita

Voto popular: Bia Mesquita

6. Lutador de MMA:

Eleito por GRACIEMAG: Georges St-Pierre

Voto popular: Demetrious Johnson

7. Lutadora de MMA:

Eleita por GRACIEMAG: Rose Namajunas

Voto popular: Cris Cyborg

8. Finalização no MMA:

Eleita por GRACIEMAG: Demetrious Johnson contra Ray Borg no UFC 216

Voto popular: Demetrious Johnson contra Ray Borg no UFC 216

9. Melhor atleta de Jiu-Jitsu não faixa-preta:

Eleito por GRACIEMAG: Rudson Mateus

Voto popular: Kaynan Duarte

10. Melhor atleta de Jiu-Jitsu master:

Eleito por GRACIEMAG: Rafael Lovato Jr.

Voto popular: Karla Hipólito

* Alguns votos, descaracterizados ou com atletas fora das respectivas categorias adequadas, foram desconsiderados.

Manual prático para você finalizar pelas costas

Dominar o adversário pelas costas corresponde a uma posição de máxima supremacia num combate, quase uma declaração de xeque-mate. A partir daí, só resta a você finalizar! É exatamente isso que Igor Gracie ensina na Semana 6 do curso da Renzo Gracie Online Academy.

Um verdadeiro arsenal de chaves e estrangulamentos para você, pela retaguarda, obrigar os adversários a darem os três tapinhas. Ezequiel, mata-leão, estrangulamento de golas cruzadas, katagatame, relógio, armlock e muito mais. Não perca!

A Semana 6 está organizada da seguinte forma:

  • Onze técnicas de finalização pelas costas.
  • Koshi Guruma: muito utilizado nos campeonatos de Jiu-Jitsu esportivo, este golpe também é muito aplicado em movimentos de defesa pessoal.
  • Qualidade de vida: Bruno Fernandes revela maneiras para você superar as lesões.
Dia 1: Segunda-feira

Aula 1: Ezequiel pelas costas

<span data-mce-type=”bookmark” style=”display: inline-block; width: 0px; overflow: hidden; line-height: 0;” class=”mce_SELRES_start”></span><span data-mce-type=”bookmark” style=”display: inline-block; width: 0px; overflow: hidden; line-height: 0;” class=”mce_SELRES_start”></span>

Quando você domina o adversário pelas costas e ele tenta bloquear o seu ataque via mata-leão, surge uma ótima oportunidade para você variar o golpe e finalizar com um o estrangulamento ezequiel.

Aula 2: Estrangulamento de golas cruzadas

No momento em que você domina as costas do oponente e ele consegue se libertar de um dos ganchos com a perna, tome cuidado ao insistir na posição apenas com o segundo gancho, pois você pode ser aprisionado na meia-guarda. Veja a melhor forma de agir nessa situação e finalizar com o estrangulamento de golas cruzadas.

Aula 3: Armlock

Quando o oponente tenta se defender de um ataque pelas costas, ele costuma deixar alguma parte do corpo vulnerável. Nesta videoaula, ao defender o pescoço, Leo Tunico deixa o braço exposto ao bote do professor Igor Gracie. Confira!

Dia 2: Terça-feira Aula 4: Detalhes de ajuste para o estrangulamento de golas cruzadas

Você está fora do campo de visão do adversário. Trata-se de uma das principais vantagens ao atacar pelas costas. Portanto, ao dominar a gola do oponente, não exponha a sua mão, de forma que ele possa vê-la e neutralizá-la. Entenda como se tornar “invisível” nesta videoaula.

Aula 5: Novos detalhes de ajuste para o estrangulamento de golas cruzadas

Existem vários pequenos ajustes para tornar o seu ataque pelas costas eficiente e finalizador, como, por exemplo, o posicionamento da sua cabeça, que é capaz de encurtar o espaço que o oponente tem para trabalhar a defesa. Confira esse e outros detalhes valiosos.

Dia 3: Quarta-feira Aula 6: Armlock através do domínio com chave Kimura

Se você quer se tornar um bom pegador de costas, você precisa saber transitar com facilidade entre o domínio conhecido como “cinto de segurança” e o domínio com chave kimura, este último muito indicado para quem gosta de finalizar com ataques ao braço do oponente. Igor Gracie tem os macetes dessa transição.

Aula 7: Relógio

Considerando a hipótese de o adversário tentar fugir do domínio pelas costas, virando de quatro apoios sobre o tatame, você pode finalizá-lo com um golpe clássico da cartilha do Jiu-Jitsu: o estrangulamento relógio.

Aula 8: Qualidade de vida (Evite as lesões) 

Lesões podem afastar você da academia, afetando drasticamente a sua consistência nos treinos e o seu progresso como lutador. Veja então cinco dicas fundamentais para você não se machucar nos treinos de Jiu-Jitsu.

Dia 4: Quarta-feira Aula 9: Mais ajustes para o estrangulamento de golas cruzadas

O adversário é muito forte e usa as duas mãos para bloquear o arrocho do seu estrangulamento pelas costas? Veja este vídeo e aprenda a se movimentar para abrir novos espaços e conseguir usar a própria perna para quebrar o bloqueio do oponente.

Aula 10: Uma finta para encaixar o estrangulamento Ezequiel

Uma ótima maneira de surpreender o adversário ao atacá-lo pelas costas é fintar o estrangulamento tradicional com golas cruzadas e, no momento em que o oponente tentar se defender, variar o ataque para um ajuste via estrangulamento ezequiel.

Dia 5: Sexta-feira      Aula 11: Katagatame pelas costas

Igor Gracie costuma aproveitar o domínio das costas com os ajustes do “cinto de segurança” para, rapidamente, promover um giro com o corpo, terminando a movimentação com o katagatame encaixado. Confira o passo a passo desse bote sensacional.

Aula 12: Mata-leão

Você precisa saber finalizar o adversário via mata-leão, afinal, trata-se de um ataque pelas costas que não requer pegadas em golas ou lapelas, você pode aplicar tanto em lutas com kimono, como também sem kimono e em situações de defesa pessoal. Confira o que Igor Gracie tem a ensinar sobre o golpe mais emblemático do Jiu-Jitsu.

Aula 13: Koshi Guruma

A mecânica do koshi guruma é muito utilizada nos campeonatos de Jiu-Jitsu esportivo, porém, você também vai reconhecê-la em diversos movimentos de defesa pessoal, como na técnica de bloqueio a soco, contra-atacando com a projeção do oponente por sobre o ombro. Confira o passo a passo do golpe.

Melhore seu jiu-jitsu com a Renzo Gracie Online Academy

 

Veja a agenda RGOA:

Semana 1: Ataques da guarda fechada

Semana 2: Retenção da guarda

Semana 3: Ataques laterais

Semana 4: Saída dos 100kg

Semana 5: Pegadas de costas

Semana 6: Ataques das costas

Semana 7, 8, 9 …, 998, 999, 1000: Surpresa! A cada semana, um nova tópico.

Mais: Quedas, Defesa Pessoal, Dicas de qualidade de vida, Documentários, Entrevistas, etc.

Tudo isso por 9,58 por mês, no plano anual.

Dê de presente o acesso à mais completa e moderna academia online de Jiu-Jitsu do planeta.

3 exercícios para recuperar o pique do Jiu-Jitsu após a ceia de Natal

Nada de perder o ritmo após a ceia de Natal.!

O Natal já se foi e, como ninguém é de ferro, aproveitar a ceia é um direito concebido a todos, até aos mais cascas-grossas atletas do Jiu-Jitsu.

Mas e agora? O que fazer com o peso a mais conquistado depois do peru, rabanadas e demais quitutes natalinos?

Resgatamos em nossos arquivos uma série de exercícios para que o atleta não perca aquele ritmo que trabalhou duro para conquistar ao longo do ano.

Confira no vídeo abaixo os três exercícios do doutor em fisiologia Alex Souto Maior para te colocar de novo na linha.

Jiu-Jitsu na Estrada: Gabriel Marinho e o projeto social que une crianças no Rio

Gabriel Marinho em papo com o pessoal do Jiu-Jitsu na Estrada. Foto: Reprodução

Antes mesmo de ter um caminho traçado na sua vida, o professor Gabriel Marinho, da nossa GMI ProCombat, tinha em mente que seu destino seria ensinar Jiu-Jitsu para crianças carentes. Seu sonho se tornou realidade, e agora a missão do faixa-preta é realizar outros muitos sonhos com os pés no dojô.

Nossos parceiros do Jiu-Jitsu na Estrada visitaram o professor em Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro, no projeto social Maria Olímpia. Lá, Gabriel tem como objetivo juntar no tatame crianças de todas as classes sociais, e ensinar o bom Jiu-Jitsu como ferramenta de união.

Além de Gabriel, outro personagem importante do vídeo é o sorridente Robinho. Após perder o movimento das pernas, por conta de uma doença aos 3 anos de idade, o jovem aprendeu com o Jiu-Jitsu a superar barreiras e a adaptar tudo ao seu redor, com a felicidade para sobrepor qualquer desafio.

Confira essa história no vídeo abaixo!

Pages